Romance evoca passado esquecido e isolado do Paraguai

  Nascida no Rio de Janeiro e criada em diferentes países, a equatoriana Gabriela Alemán, 48, acaba de lançar “Humo” (Penguin Random House, importado), uma história que se passa no Paraguai, onde viveu anos da adolescência e jogou basquete pelo Olimpia. Apesar de morar hoje na América Andina, em Quito, uma parte importante de suas […]

Leia Mais

Obra expõe impacto da violência política no Equador e na Argentina

Nesses dias no Equador, tive o prazer de conhecer um escritor cujo quinto e mais recente romance me agradou muito: Oscar Vela, 48, autor de “Todo Ese Ayer” (Alfaguara, importado). Entre suas várias qualidades, a obra se destaca por estabelecer pontes entre episódios recentes da história latino-americana. Parece algo banal, mas poucos escritores hoje em […]

Leia Mais