Sylvia Colombo

Latinidades

 -

Sylvia Colombo acompanha o crescente intercâmbio cultural entre o Brasil e o resto da América Latina. No blog, traz novidades e tenta explicar o contexto político da região.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escritor perde 3 mil livros para a chuva

Por Sylvia Colombo

A tragédia que assolou a cidade de La Plata na última semana, deixando um rastro de mais de 50 mortes e mais de 2 mil pessoas evacuadas, também causou perdas de patrimônio pessoal e cultural para seus habitantes. O escritor Leopoldo Brizuela, 50, autor de “Una Misma Noche”, prêmio Alfaguara de romance em 2012, perdeu nada menos que 3 mil títulos de sua biblioteca pessoal. “Desci, e os livros estavam boiando pela sala”, contou ele à Folha. Brizuela vive em La Plata desde pequeno. Seu livro premiado é uma história que acontece em diferentes tempos. Num plano, nos anos 70, sua casa é vasculhada pelos repressores do governo militar. Num outro, nos dias de hoje, há um assalto no mesmo local. Agora, a realidade dá novo elemento às histórias de sua rua, no bairro de Tolosa, um dos mais afetados pelas chuvas. Ali, as águas atingiram 1m de altura, invadiram casas e engoliram carros.

“Nunca tinha visto nada assim por aqui. Não estávamos preparados, assim como a polícia, os bombeiros, a prefeitura”, diz o escritor. A chuva caiu durante quatro horas no início da noite, mas até as 9h da manhã os moradores estavam estupefactos. “Não sabia o que fazer, saí desligando os aparelhos, tentando dar assistência aos vizinhos”, conta Brizuela, que vive com a mãe idosa. “Muitos anciãos perderam a vida, aqui mesmo nessa rua conhecia um casal que faleceu. A tragédia humana é muito grande”. Brizuela reforça que a politização das responsabilidades o irrita, porque crê que reduz o componente dramático e humano do que ocorreu. “O que me parece importante apontar é que, aqui em La Plata, todos fomos afetados, ricos, pobres, estivemos todos juntos.”

Blogs da Folha