Sylvia Colombo

Latinidades

 -

Sylvia Colombo acompanha o crescente intercâmbio cultural entre o Brasil e o resto da América Latina. No blog, traz novidades e tenta explicar o contexto político da região.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Festa das letras em Buenos Aires

Por Sylvia Colombo

No ano passado, foi o Brasil. Agora é a vez do México. A quarta edição do Filba (Festival Internacional de Literatura de Buenos Aires) acontece entre 12 e 16 de setembro na capital argentina reunindo 65 escritores, com enfoque na produção do país norte-americano.

Entre os convidados desse país estão Guillermo Fadanelli, Mario Da Jandra e Valeria Luiselli. Como principal destaque, Fernando Vallejo, que é colombiano, mas está radicado no México há muitos anos. Autor de “A Virgem dos Sicários” e “El Desbarrancadero”, Vallejo é dono de uma prosa agressiva, politicamente incorreta, e muitas vezes arrogante. Polemista, ataca seu país-natal, a Igreja, o papa, a própria mãe. Seus livros são fortes, incômodos e rompem com a tradição latino-americana do realismo mágico e outras vertentes.

Haverá, obviamente, uma grande presença argentina, com Liliana Heker, Luis Chitarroni, Hernán Ronsino, Selva Almada, Gabriela Bejerman, Damián Tabarovsky, Marcelo Figueras, Carlos Gamerro e Pedro Mairal. Entre os estrangeiros, destaques para o francês Laurent Binet, ganhador do prêmio Goncourt, o chileno Alvaro Bisama, o boliviano Rodrigo Hasbún, a espanhola Mercedes Cebrián, o norueguês Kjartan Flogstad eos brasileiros Ronaldo Correia de Brito e Sergio Sant’Anna.

Um dos destaques do Filba é nada menos que a cidade. O festival tem lugar em lugares muito charmosos e tradicionais de Buenos Aires, como o Malba (Museo de Arte Latino Americano), o Centro Cultural Recoleta e a Biblioteca Nacional, além da livraria Eterna Cadencia, que organiza o evento.

A abertura estará a cargo do veterano Ricardo Piglia (“Respiração Artificial” e “Alvo Noturno”), que dará a conferência “Sobre a Interpretação”. Haverá, ainda, homenagem à obra de alguns grandes mexicanos, como Octavio Paz, Sergio Pitol e Carlos Monsivais.

 

Blogs da Folha