Sylvia Colombo

Latinidades

 -

Sylvia Colombo acompanha o crescente intercâmbio cultural entre o Brasil e o resto da América Latina. No blog, traz novidades e tenta explicar o contexto político da região.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Os meninos do México

Por Sylvia Colombo

Um garoto aponta uma arma durante um assalto. Outro acorda e, fumando, vê as notícias de um país violento pelo jornal e pela TV. Depois, aparece contando dólares e colocando numa maleta. Nas ruas, confusão causada por manifestantes-mirins. Uma perseguição de policiais, um grupo de coyotes que atravessa a fronteira, uma cidade em convulsão. Tudo protagonizado por crianças de sete a dez anos.

[youtube JC08YYBk5bE]

Esse vídeo incômodo está causando imensa repercussão no México e já teve mais de 10 milhões de visitas no Youtube. Trata-se da produção de um movimento social chamado Nuestro México del Futuro, que decidiu, assim, passar um recado ao grupo de candidatos presidenciais que disputa eleição no país no próximo dia 1 de julho.

O México atravessa um período de intensa violência desde que, em 2006, o presidente Felipe Calderón (PAN) iniciou uma guerra ao narcotráfico que já deixou mais de 50 mil mortos.

No vídeo, as crianças dão seu recado aos candidatos. “Se este é o futuro que me espera, não o quero. Dona Josefina, Don Andrés Manuel, Don Enrique, Don Gabriel: acabou o tempo. O México já tocou o fundo. Só vão disputar a cadeira presidencial ou vão mudar o futuro do nosso país?”.

Houve forte repercussão de grupos e pessoas que acharam abusivo colocar armas e cigarros nas mãos de crianças e faze-las passar por essas situações. Os autores do vídeo, porém, reforçaram que apenas estavam dando voz a preocupação de milhares de mexicanos neste ano eleitoral.

 

Blogs da Folha