Sylvia Colombo

Latinidades

 -

Sylvia Colombo acompanha o crescente intercâmbio cultural entre o Brasil e o resto da América Latina. No blog, traz novidades e tenta explicar o contexto político da região.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

#liberenloslibros

Por Sylvia Colombo

As novas regras para importação de livros na Argentina (www1.folha.uol.com.br/mercado/1068680-cristina-kirchner-limita-a-importacao-de-livros.shtml) estão causando muita repercussão no Twitter. De reclamações exaltadas, insultos ao “xerife” kirchnerista Guillermo Moreno, piadas bem-humoradas e defensores da medida do governo, há de tudo quando se busca pelo “hashtag” “#liberenloslibros”.

Seguem alguns exemplos:

“Em quinze dias, vou à Argentina e levo livros. Serei terrorista?”

“Que retenham Moreno na aduana, ele é 100% de chumbo”

“Liberem os livros. Senão além de fuga de capitais, teremos fuga de cérebros!”

“Há mais gente pedindo que liberem os livros do que nas livrarias comprando”

“Liberem os livros para que as pessoas possam decorar suas mesas de luz com livros da Tashen”

“Este ano, por perigo de contaminação, vamos ter em vez da Feira do Livro a Feira da Mineração a Céu Aberto”

“Cuidam do nível de chumbo dos livros, mas não se importam com a poluição do Riachuelo?”

“Moreno não sabe ler e todos nós pagamos?”

“Além de pagar pelo livro ou pela revista, é preciso pagar US$ 60. E como comprar os dólares?”

 

 

Blogs da Folha